“Heberson, eu sinto muito.”

Há um tempo atrás, eu curti no facebook a página Pimentaria, da jornalista Nathalia Ziemkiewicz. Ela já escreveu para várias revistas e tem um talento incrível para passar informações. Um dia desses ela publicou na página uma carta aberta (que ela havia escrito há algum tempo) sobre um caso que mexeu profundamente comigo.

Heberson Oliveira, hoje com 33 anos, foi vítima de um erro grave da justiça. Em 2003 ele foi acusado de estuprar uma menina de 9 anos. Ele passou 3 anos na cadeia aguardando julgamento e durante esse tempo, foi violentado diversas vezes e contraiu AIDS. Depois desse período, ficou provado que Heberson não era culpado, mas era tarde demais. Após sua saída da cadeia, ele se entregou ao mundo das drogas para tentar amenizar sua dor. A dor da ferida deixada em seu corpo, em sua dignidade e em sua vida.

Esta é a reportagem que a Nathalia fez sobre o Heberson na revista ISTOÉ. Esta é a carta aberta que ela escreveu em seu blog. E esta é a resposta da justiça para o pedido de indenização.

 

Muitas pessoas se mobilizaram para ajudar o Heberson, e hoje, ele tem uma nova vida. Deixou as drogas, está tomando coquetéis e arrumou um emprego. Mas a luta ainda continua! A Nathalia se uniu ao Fábio Ock, diretor de teatro, para fazerem um documentário sobre a história de Heberson, para que a sociedade veja, para que a justiça não se esqueça, do crime horrendo cometido contra esse cidadão de bem. Mas como na vida nada vem fácil, eles precisam de doação para financiar o projeto.

Por isso, peço a ajuda de todos vocês, leitores do DDM. No link da carta aberta, que divulguei logo acima, tem algumas informações (no fim do texto) sobre o projeto e sobre as mudanças na vida de Heberson. Lá também tem todos os dados bancários dele caso você queira contribuir com algum valor. E aqui, você pode assinar o abaixo-assinado para a justiça indenizar o Heberson.

Aqui estão todos os detalhes e informações sobre o documentário. O porquê do projeto e como ajudar. Se tantos brasileiros se uniram para pagar a multa de José Genoíno, de R$: 667,5 mil, acredito que possamos vencer essa batalha e fazer com que a história de Heberson seja conhecida. Porque eu ainda acho, que ‘os bons são a maioria.’

Segue abaixo o vídeo explicativo sobre o documentário:

 

 

‘Heberson, eu sinto muito’. Vamos provar que realmente sentimos. Faça o que estiver em seu alcance. Doe algo para o projeto, para a conta dele ou assine o abaixo-assinado. “Sua atitude pode ser apenas uma gota no oceano, mas sem essa gota, o oceano seria menor.” Madre Tereza de Calcutá.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s