Resenha: A Viagem do Tigre e O Destino do Tigre

IMG_5153

Oi pessoal, tudo bom? 😀 Hoje trago a resenha dos dois últimos livros lançados da saga! E não vai esquecer que amanhã tem a resenha de A Promessa do Tigre, hein! 😉 Então vamos direto ao ponto:

A VIAGEM DO TIGRE: A jovem Kelsey e seus tigre precisam vencer desafios incríveis propostos por cinco dragões míticos. O elemento comum é a água, e o cenário de mar aberto obriga Kelsey a enfrentar seus piores temores. Dessa vez, sua missão é encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga e tentar libertar seu amado Ren tanto da maldição do tigre quanto de sua repentina amnésia. No entanto o irmão dele, Kishan, tem outros planos, e os dois competem por sua afeição. (…) Kelsey, Ren e Kishan retomam a jornada em direção ao seu verdadeiro destino numa história com muito suspense, criaturas encantadas, corações partidos e ação de primeira.

É o livro mais divertido da saga. Sim, tem bastante humor haha, me peguei várias vezes dando gargalhadas no meio das pessoas durante a leitura. Claro que elas se afastaram depois disso. Mas não é só isso. Colleen nos leva à aventuras ainda mais emocionantes com desafios propostos por cinco dragões. Ren, Kelsey e Kishan precisam realizar as cinco tarefas propostas para conseguir pegar o Colar de Pérolas e assim quebrar a terceira parte da maldição. Cada desafio é mais complicado que o outro e os três precisam trabalhar juntos se quiserem sair vivos e com o Colar. Nesse livro, o amadurecimento do trio é evidente. Desde o começo eu acho a Kelsey uma garota incrível. Tem muitas pessoas que a julgam dizendo que ela é clichê e teimosa, mas como disse na resenha de A Maldição do Tigre, Colleen sempre deixou claro pra mim a personalidade marcante de Kelsey: ela age pela razão. Claro que a todo momento da saga eu (e todo mundo) deseja que ela escute o coração, mas ela tem seus motivos e pra mim, são bem convincentes. Kishan continua me conquistando a cada capítulo. Ele é paciente, amoroso, seguro e acredite ou não, de uma inocência encantadora. Enquanto Ren, se torna mais sedutor e hipnotizante, mas sem deixar seu lado romântico e seus poemas – LINDOS! – de lado. Ren e Kelsey me lembram Noah e Allie de Diário de Uma Paixão. As implicâncias e briguinhas aparecem com certa frequência na segunda metade do livro e são até engraçadas. Kelsey tem um nível de ironia que merece ser aplaudido de pé haha. E Ren sabe “cutucar a onça com vara curta” haha. Mas a graça da história não fica só por conta deles, os dragões colaboram para mais risadas no livro. Enfim, a história é cheia de altos e baixos entre os três, principalmente entre Ren e Kelsey. Ora se amam, ora se estapeiam. O livro proporciona um misto de emoções e na minha opinião, foi o que mais abordou sobre a mitologia híndu e fico mais fascinada a cada dia.

 

O DESTINO DO TIGRE: Ren, Kelsey e Kishan sobreviveram a três aventuras dramáticas e muitas provações. Mas, antes que possam partir em busca pelo último presente da deusa Durga, têm que enfrentar o feiticeiro Lokesh em seu próprio território. O vilão sequestrou Kelsey e já detém o poder de três amuletos. (…) Esse, porém, é apenas o início da história em que escolhas difíceis e decisivas devem ser feita por todos. O elemento principal agora é o fogo, e em meio a lava, demônios, animais fantásticos e zumbis, o trio enfrenta seu derradeiro desafio. (…) Só uma coisa é certa: ninguém pode fugir de seu destino. (…) Nunca antes Kelsey, Ren e Kishan sofreram tanto, estiveram tão unidos e precisaram lutar contra inimigos com tamanho poder. Emocionante do início ao fim, O Destino do Tigre explica todos os mistérios que unem os personagens e promete surpreender os leitores.

Emocionante do início ao fim e, me surpreendeu. Nesse livro, Kelsey me dá mais motivos ainda pra ter orgulho 🙂 Ela se mostra ainda mais determinada, esperta, inteligente e forte. Minha admiração e carinho por Kishan só aumentaram nesse livro. Colleen mostra seu verdadeiro eu de uma forma tão apaixonante e delicada que meu desejo é o mesmo de Kelsey: que ele tenha um final feliz. Por outro lado, Ren se mostra mais maduro e seu amor por Kelsey é ainda mais arrebatador. Ele a ama com um sentimento tão intenso e puro e que é capaz de superar qualquer coisa. Os dois livros da saga que eu mais chorei, foram O Resgate do Tigre e O Destino do Tigre. No segundo livro, me sentia desesperada em ler uma história que a participação de Ren era pequena, e o final, é de dilacerar o coração de qualquer leitor. Em O Destino do Tigre, as revelações, declarações, as provas de amor que são submetidos, também machucam. É o livro mais sério e desafiador. Macacos d’água imortais, águias de ferro e kraken, se tornam brincadeira de criança diante dos desafios desse livro. Além de enfrentarem criaturas grotescas, o trio deverá estar pronto para aceitar seu destino e encarar de frente seus sentimentos (indireta pra Kelsey teimosa Hayles). O livro todo é surpreendente e eletrizante. Colleen não dá folga mesmo haha. Grandes batalhas contra demônios, rakshasas, reis malucos e poderosos, deixam tudo mais emocionante. Tudo é narrado com detalhes e muita criatividade. No final do livro é possível entender porque tudo aconteceu. Cada passo, cada perda, levaram os três ao seu destino. Li em uma fan page da saga a seguinte pergunta: se você pudesse mudar alguma coisa nos livros, o que seria? Minha resposta: NADA! Colleen dá um desfecho satisfatório e feliz ao livro. Nada de conto de fadas: e foram felizes para sempre… É esclarecedor e inacreditável 😉 É aceitável, feliz, compreensivo e meu coração ficou aliviado. Por isso me surpreendi quando ela anunciou um quinto livro que seria continuação da saga. De qualquer forma, aguardo ansiosamente pelo lançamento de O Sonho do Tigre.

CONSIDERAÇÕES FINAIS: Acredito que ficou claro que eu amei a série e enquanto fazia essa resenha me peguei diversas vezes relendo trechos dos livros. Acho que é uma saga que agrada a maioria do público. Tem romance, aventura, mitologia, drama, humor e um detalhe que me faz amar ainda mais um livro: Colleen recomenda outros livros 😀 Adoro quando o autor cita outros livros em seu próprio livro, ainda mais os clássicos. Os poemas de Shakespeare, as peças Romeu e Julieta e principalmente A Megera Domada, são citados em vários momentos da saga. Além de O Conde de Monte Cristo e E O Vento Levou… Como não amar? Como a saga é cheia de aventura, a leitura não é cansativa e finalizei os 5 livros em menos de duas semanas. Outro ponto que também me chamou muita atenção, foi a relação dos irmãos. Depois que voltaram a se relacionar, eles se tornaram unidos e companheiros um do outro. O fato de amarem a mesma mulher não destruiu a bela relação de amizade deles.

E como se não tivesse tudo muito bom, ‘a saga teve os direitos cinematográficos adquiridos pela Paramount e o primeiro filme tem estreia prevista para 2015’. Você encontrará essa informação na orelha de trás do último livro. #VemLogo2015! O diretor já foi escolhido e especula-se que os atores que interpretaram Ren e Kishan possam ser de fato indianos O.O Coração a mil!! Abaixo, um vídeo onde Colleen e o produtor, Raffi, dão mais detalhes 😉

Espero que tenham gostado e que a resenha tenha sido esclarecedora haha! Amanhã tem a resenha de A Promessa do Tigre e a playlist que embalou minha leitura da saga! 😉 Beijos, ;*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s