Primeiras impressões: O Destino das Sombras

Oi, leitores ❤ Hoje vim compartilhar com vocês minhas primeiras impressões do livro O Destino das Sombras da Gabrielle Mammana.

Banner-Facebook-Destino-das-Sombras

  • Autora: Gabrielle Mammana
  • Editora: Arwen
  • Páginas: 283

Sinopse: Lucy acreditava ser apenas mais uma órfã inglesa que vivia na miséria e nas sombras de sua irmã mais velha, até que, sob circunstâncias misteriosas, acaba sendo sequestrada por dois jovens que a levam para uma Ilha chamada Zarton. Sem entender exatamente o motivo, Lucy percebe-se no meio de uma aventura envolvente e alucinante, onde o que está em jogo é a sua vida. Confusa com todos os acontecimentos que passam a fazer parte de sua rotina, ela se vê apaixonada por Alec, um jovem que decide ajudá-la e se torna amiga de Aphri, uma garota tagarela e divertida. Viajando pelas terras errantes de Zarton, Lucy descobre que sua mãe biológica é a rainha usurpadora do trono e que pretende oferecê-la em um sacrifício, uma vez que ela é a princesa perdida de Zarton. Ela também terá que aprender a lidar com seus estranhos dons os quais a tornam uma domadora de sombras e luzes. Lembranças de sua infância voltam para perturbá-la, os fantasmas nunca parecem dar trégua e os desafios se tornam cada vez maiores. Lucy sempre sonhou viver uma aventura e quando se vê diante dela, a questão que prevalece é: será que realmente vale a pena tomar decisões erradas para abraçar o seu destino? Descubra ao lado de Lucy o desfecho dessa história emocionante que promete arrancar o fôlego dos leitores.

Tudo começa numa noite chuvosa de outono quando uma pessoa encapuzada deixa uma cesta com duas crianças na porta de um orfanato. A dona do local é Annabeth, uma senhorinha bem ranzinza e mau humorada que ao ver a cesta já começa a resmungar. Quando vê as duas crianças lá dentro, percebe que são duas meninas e que uma delas aparenta estar bem mais saudável e melhor tratada que a outra. Annabeth dá o nome de Sophie à criança saudável e de Lucy à menina doente.

Annabeth acreditava que logo Sophie seria adotada, mas não foi isso que aconteceu. Os anos se passaram e ninguém teve interesse em uma das irmãs, e Annabeth com todo o seu mau humor teve de criar as meninas, mas sempre deixando claro sua preferência por Sophie.

Nesse começo do livro também conhecemos Emily, a sobrinha de Annabeth que tem um coração completamente diferente do da tia. Ela protege Lucy de todas as formas que consegue e sempre tenta livrar a amiga das broncas da tia.

O tempo passa e um dia dois homens misteriosos aparecem em busca de uma garota que vive no orfanato e as coisas começam a ficar bem tensas por lá.

A autora me enviou as 17 primeiras páginas do livro e nesse curto período gostei, me decepcionei, fiquei com raiva, mas depois compreendi, fiquei indignada, mas deixei passar, me surpreendi, senti compaixão, gostei, fiquei apreensiva e por fim curiosa. Sim, curiosa porque acabou bem naquela parte que você pensa: não, espera! Não acaba agora!!! Justo agora! E depois pensei que se já senti tudo isso com 17 páginas imagine o que me aguarda no decorrer do livro? Vamos torcer para não dar um pife no coração, levando em consideração que a Gabrielle me alertou pra uma relação de amor e ódio, haha! 

Eu estou super ansiosa pra saber o que vai acontecer com a Lucy e a Sophie. E você? O livro está em pré – venda pela editora e será enviado em até 15 dias úteis após o término. Aproveita porque nesse período o livro está na promoção com 18% de desconto 😉

Link para a compra de O Destino das Sombras: http://www.arwenstore.com.br/o-destino-das-sombras-pre-venda

 

 

 

Anúncios

Resenha: A Playlist de Hayden

Oi, leitores ❤ No ano passado a Editora Novo Conceito me enviou uma prévia do livro A Playlist de Hayden para que eu fizesse minhas primeiras impressões do livro. Pouco tempo depois eles me enviaram a versão completa do livro e fui enrolando, enrolando e acabei não fazendo uma resenha. Então estou aqui, antes tarde do que nunca pra dar minha opinião sobre a história. Como já fiz primeiras impressões (clique aqui) e já contei bastante sobre a história, vou focar esse post apenas na minha opinião e no que eu senti! 😉

11081590_744849918964993_1985120287_n 11101775_744849912298327_1041177055_n

  • Autora: Michelle Falkoff
  • Editora: Novo Conceito
  • Páginas: 283

Eu gostei muito do material da capa. É quase fofinho, sabe? Parece muito o material da capa de Morte Súbita da J.K. Rowling , se não for igual. A arte também ficou linda e eu amei a frase no topo da capa: Você nunca conhece uma pessoa até ouvir o que ela gosta.

O livro é narrado pelo Sam, o amigo de Hayden – que cometeu suicídio e deixou uma playlist misteriosa para Sam – . Sam tenta descobrir o que aconteceu com Hayden baseado na playlist que ele deixou e tenta descobrir o envolvimento que o amigo tinha com certas pessoas que vão aparecendo durante a narração.

A história é intrigante pois o tempo todo o leitor tenta descobrir junto com Sam o que aconteceu com Hayden.

E o final é SURPREENDENTE!! A história faz uma reviravolta impressionante e quando você vê, aquela pessoa que você odiava já não parece tão má. Quando o livro terminou o que eu mais queria era entrar na história e abraçar todo mundo… e dar uns socos em outras pessoas, haha! 

Gostei muito da escrita da Michelle. Mesmo se tratando de um tema tão delicado, a escrita é leve.

É uma história que me fez refletir por dias a fio e sempre me deixa quieta quando lembro dela. Me faz pensar na quantidade de pessoas que já fizeram a mesma coisa que o Hayden e tudo que elas precisavam era compreensão. Me faz pensar na quantidade de pessoas que estão passando por isso agora. Me faz pensar nas brincadeiras maldosas que muitos fazem sem saber o quanto aquilo está ferindo o outro. Me faz pensar que as pessoas podem ser cruéis a ponto de destruir a vida de alguém apenas com palavras. E me faz pensar que muita coisa poderia ser diferente se alguém apenas ouvisse e tivesse empatia.

EMPATIA! Essa é a palavra. Está faltando empatia nos corações das pessoas. E A Playlist de Hayden é um ótimo livro pra despertar esse sentimento e essa consciência de que palavras podem ferir mais que atitudes.

O livro é sensacional e acho que todas as pessoas deveriam ler, não importa a idade. Inclusive os pais que muita das vezes sufoca os filhos por causa dos sonhos que eles sonharam/sonham.

E você, já leu A Playlist de Hayden? Me conta o que achou!

Sobre o autor: George R. R. Martin

Oi, leitores! ❤ Aqui no blog tá rolando resenhas dos livros da série As Crônicas de Gelo e Fogo do George R. R. Martin. Já fiz de A Guerra dos Tronos e A Fúria dos Reis e no próximo domingo vai ter A Tormenta de Espadas. Eu já li A Morte da Luz, o primeiro livro do George, e quero muito ler Sonho Febril, que eu já tenho aqui em casa. Tanto George na minha vida que resolvi pesquisar sobre a vida dele e acabei descobrindo muita coisa.

  1. George Raymond Richard Martin, nasceu em Bayonne no dia 20 de setembro de 1948 (67 anos)
  2. George acrescentou o ‘Richard’ ao nome durante sua adolescência
  3. Ele veio de origem humilde e viveu a maior parte de sua infância em casas construídas pelo governo.
  4. Em 1970, GRRM se formou em jornalismo e em 1971 concluiu o mestrado na área.
  5. Ele começou a escrever contos de ficção científica no início da década de 1970 e lançou seu primeiro livro, A Morte da Luz, em 1977.
  6. Em 1991, Martin começa a escrever o primeiro livro da série As Crônicas de Gelo e Fogo, que foi inspirada na Guerra das Rosas e em Ivanhoé.
  7. Em 1996, A Guerra dos Tronos – primeiro volume – foi lançado.
  8. Em 2007 a HBO comprou os direitos de adaptação da série e a primeira temporada estreou em abril de 2011.
  9. George confirmou que haverá mais dois livros para completar As Crônicas de Gelo e Fogo. Totalizando assim, 7 livros.
  10. The Winds of Winter é o nome do sexto livro da série e não tem previsão de lançamento.
  11. A Dream of Spring é o nome do sétimo livro.
  12. George já foi diretor de um torneio de xadrez.
  13. Ele coleciona miniaturas com temas medievais, livros e quadrinhos.
  14. Em fevereiro de 2011 ele se casou com Parris McBride. As alianças do casal foram inspiradas em aneis célticos

Ah, quem vê essa carinha nem pensa que ele é um assassino sanguinário de personagens, não é mesmo?

Espero que tenham gostado! Se souber de mais alguma coisa legal sobre ele, deixe aqui nos comentário 😉

 

Música para os meus ouvidos: Country <3

Tenho uma confissão a fazer: sou completamente apaixonada por música country ❤ Comecei a acompanhar a carreira da Taylor Swift quando ela cantava country e foi amor à primeira música. Depois fui buscar por outros artistas e aí foi certeiro. Virou um dos meus gêneros favoritos! De modo geral, as letras são lindas. As músicas de melodia lenta fazem cócegas no coração e as animadas me fazem sentir a liberdade de cavalgar numa estrada sem fim. (profundo? claro!) Coloquei nesse post 5 das minhas músicas favoritas do gênero (no momento) e quem sabe você goste. Ah, eu escutei várias dessas músicas enquanto lia Uma Longa Jornada  ❤

  • Hunter Hayes – I Want Crazy

“Eu quero o não poder dormir e o não poder respirar sem o seu amor/Na varanda da frente e mais um beijo/Se não faz sentido pra mais ninguém/Quem se importa se tudo que penso é você/Eu procurei no mundo e agora eu sei/ Não é mau se ainda não perdeu a cabeça.”

  • Miranda Lambert – Gunpowder & Lead

“Vou mostrar pra ele do que garotinhas são feitas/Pólvora e chumbo.”

  • Keith Urban – Cop Car

“As luzes azuis estavam brilhando/Trazendo a liberdade em seus olhos/Eu estava muito ocupado assistindo você.”

  • Luke Bryan – I Don’t Want This Night to End

“Estou em piloto automático/E devagar estou perdendo o controle de tudo que tenho/Você está tão linda/Eu não sei em que estrada estamos…/Garota, tudo que sei é que não quero que essa noite acabe.”

  • Florida Georgia Line – Round Here 

“Eu tenho trabalhado e tentado e flertado e morrido/Por um beijo que dure a noite toda.”

Gostou, né? Aposto que sim! Deixe um cometário aqui em baixo se você curte esse tipo de música. Pretendo fazer outros posts mais pra frente com artistas específicos 😉